A família no casamento egípcio


Depois de mais de uma semana indo e vindo nesta tradução, finalmente publico algumas outras perguntas que fiz para a Eman – egípcia de 23 anos – sobre o casamento no país dela.

Ela explica com detalhes boa parte das tradições e quem está num relacionamento com um egípcio precisa saber como elas são tratadas. Claro que, sendo estrangeira, você terá uma visão bem diferente de vários pontos, mas é bom prestar atenção até para ver que ponto o “habiby” dedica atenção dele e como ele também está te presenteandodo e qual o relacionamento que você possui com a família dele, pois isso é crucial na cultura deles.

Porque a família é tão importante no casamento egípcio?

Nós consideramos a família como o centro da sociedade egípcia, por isso ela é muito importante no casamento egípcio. Ambos, o homem e a mulher, precisam ter a permissão de suas famílias para se casarem. A família pode ajuda-los na pate financeira para preparar o casamento. Por exemplo, quando o noivo vai se casar, seu pai o ajuda a comprar o apartamento e muitas outras coisas. Já do lado da noiva, sua família compra o  enxoval, em árabe conhecido como gihaz.

Mas não é apenas uma questão de dinheiro, é também nossa tradição  que a família fiqeu muito feliz com o casamento e o abençoe. Mas eu posso dizer que talvez aconteça de um casametno acontecer sem a família aprovar, e geralmente os dois se arrependem depois.

É maravilhoso quando se casa com a alegria e prazer da sua família e sempre mantém contato com os pais depois do casamento. Eu acho que ninguém consegue viver sem isso. Além do mais, se a família não aceita algum ponto naquele homem ou mulher, é porque geralmente eles tem razão. Eles são mais velhos do que nós e na maioria dos casos estão certos nas suas decisões.

Existe um tipo de casamento comum no Egito, chamado saloon. Você poderia explicar como ele acontece?

Sobre o casamento saloon, ou salonat, é igual a qualquer casamento mas difere na forma com que o casal se conhece. Ele depende principalmente da família. Vou dar um exemplo real: meu vizinho tem 27 anos e quer se casar, mas não conhece nenhuma garota específica que tenha interesse. Então ele pede que seu pai e sua mãe procurem uma boa menina e ele irá conhecê-la. Talvez vocês se surpreendam com isso, mas a mãe dele começa a procurar entre suas amigas e vizinhas. Então ela chamou a minha mãe para perguntar se ela conhecia uma boa garota para seu filho. Minha mãe contou para ela sobre minha colega de faculdade, disse que nós conhecemos ela e sua família muito be. Então minha mãe ligou para a mãe da minha amiga e ela aceitou. Finalmente as duas famílias se encontraram no clube. O noivo foi com sua mãe e pai, e a noiva o mesmo.  As duas famílias sentarem e ficaram conversando sobre os mais variados assuntos, assim como os dois pretendentes, o que eles gostam de fazer e os pontos de vista deles em diferentes aspectos. Se eles se sentirem confortáveis um com o outro, então eles maracam outro encontro. Eles podem se encontrar muitas vezes, com as famílias, até que tomem a decisão. Se for sim, eles darão os passos para o casamento, que eu já falei para vocês antes. Conheço muitos amigos que se casaram desta forma e estão muito felizes.

E o que acontece se a família não aceitar o casamento, mesmo se o casal se gostar?

Se a família não aceita o casamento, existem duas possibilidades:  se ela é uma boa garota vai obedecer a sua família, deixar este homem e desistir do casamento. A outra possibildiade é de um casamento secreto, sem o conhecimento das famílias.  Mas isso é um caso muito sério, porque o casamento correto precisa ser declarado.

Nem sempre um casal jovem terá todas as condições para se casar no Egito, certo?

Eu tenho de dizer que o casamento comum no Egito custa muito caro. O noivo precisa comprar muitas coisas, assim como a noiva. O noivo precisa dar o seguinte: o noivo precisa dar o dote, ou mahr em árabe, que é uma transferência de dinheiro dele para a família da noiva. Além disso precisa comprar a  shabka. Depois uma casa onde irão viver. A noiva precisa comrpar todo o enxoval (gihaz) que inclui alguns dos móveis. Por causa do aumento dos custos do casamento, a família da noiva hoje em dia contribui bastante com os custos. Eu sei que isso parece estranho para vocês, mas é realmente a nossa tradição e o normal no Egito. Mas existem sempre as exceções. Com certeza, muitos casais no Egito também começam com uma vida mais limitada, mas são a minoria. É possível mas difícil de acontecer, porque os custos de vida no Egito são altos.

Como você pode ter certeza se está casando com a pessoa certa, se não existe namoro no Egito?

Isso pode ser facilmente resolvido pelo noivado. Uma pequena festa com as famílias, parentes e amigos em que os dois declaram seu relacionamento.

As garotas no Egito não se casam até que tenham certeza da sua decisão e que escolheu a pessoa certa. Os noivos têm o período de noivado no qual eles saem juntos e se conhecem melhor. O período de noivado não é limitado, vai de acordo com o desejo do casal, uns ficam noivos um ano, outros 2 ou 3, varia.  Por isso o noivado tem muitas vantagens, você tem a permissão da sua família para conhecer aquele rapaz, vocês declaram a relação de vocês para todas as pessoas, tem a chance de se conhecerem melhor e, por fim, somente você e ele é que tomam a decisão de se casar ou não.

** e por favor, vamos debater o tema, pois do último post vocês não gostaram ehehehehe

IMG_0136

Eman e eu na praia

About these ads

Publicado em junho 5, 2009, em No Egito e marcado como , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 33 Comentários.

  1. Pelo visto, o consentimento da familia realmente é levado muito a sério…experiência proópria..rss
    Ahh Marina, aproveitando, e o livro? Não irá continuar?
    Beijos
    Giane

  2. Sabes uma coisa Marina? Ao ler este post reparei numa coisa…eu também não namoro, eu noivo com o A. Porque assim que decidimos ir para diante com o nosso relacionamento, o objectivo final sempre foi o casamento. Apenas não foi escolhido pela minha família! E não me choca minimamente que no Egipto ou outros locais se façam casamentos desse modo! As pessoas são criadas assim, vivem assim, tem essas expectativas e pronto! Para elas será complicado o contrário e para nós significa um retrocesso deixar de escolher o nosso marido, pois fomos educadas de uma forma completamente diferente! Tudo tem os seus prós e contras, o importante é viver em harmonia consigo e com as pessoas que mais se ama!

    P.s: Devo dizer que numa localidade bem perto da minha casa, uns 20 km mais ou menos, ainda é a família da noiva que suporta todos os custos do casamento! Mesmo quando no resto do país tudo é partilhado, naquela região os pais se envergonham se não pagam o casamento da filha!Pedem dinheiro emprestado a amigos ou ao banco para custear a festa! Costumes, tradições..hehehe

  3. Pois é…
    acho que nem preciso comentar…rsrsrs
    Ele já tem o apto e já está mobiliado…já quer me mandar dinheiro a uns meses e eu que fico recusando…
    Mas o vamos ver da parentada….naaaaaaaaaaaaaaaada!
    Acho que estou meio egípcia…pq por mais que eu goste dele essa coisa de não conhecer ainda a mãe dele está me enchendo ….
    bjs

  4. Olá, gostei muito do jeito que os casais se relacionam, porque vamos falar a verdade, para achar uma pessoa hoje é mais simples…até na net encontramos …e pessoas muito boas….o negócio é conhecer bem…e isso os noivos tem bastante tempo para se conhecerem, o tempo que prescisarem…muitos podem reclamar que não terão um contato físico e tal…mas se isso fosse garantia de relacionamentos bem sucedidos, não teríamos tantos divórcios…e tantas pessoas “feridas” por ai….bjs…valeu pelo post

  5. Oi Marina,
    obrigada pelo readinho la no blog, pois eh, eu tambem nao fazia ideia que existiam tantos indianos na America Latina. Mas acredite em mim, eles sao metade da populacao na Ilha de Trinidade.
    Bom quanto ao seu artigo, eu acho que nada garante a felicidade de um casal, nem o fato de se conhecerem ha muito tempo. Tudo depende de muitos fatores. Por exemplo, eu tenho duas cunhadas que tiveram seus casamentos “arranjados” pela familia, mas nao posso dizer que sao felizes. Uma delas sofria violencia dentro de casa. Mas, concordo que isso poderia ter acontecido mesmo que ela tivesse escolhido seu marido.
    Tambem acho, que na nossa sociedade ocidental, muitos casamentos sao desfeitos justamente porque o casal nao leva em consideracao os conselhos da familia, isto, quando os pais se importam e participam da vida e das decisoes dos filhos. Eu nao vejo nada de errado em nenhuma das duas culturas, mas nas duas se cometem falhas, e falando da “nossa” cultura, eu tenho comigo que perde-se mais a cada dia com o desgaste que nossa familias vem sofrendo. Sou a favor de familias em que os membros pais e filhos participam da vida um do outro, com amor e respeito eh claro.
    Grande abraco
    Anita

  6. are you Muslim? that’s a beautiful outfit

  7. Marina….bem que vc falou que eu precisava ler isto fantástico….e lindaaaaaaaa sua foto….adoreiiiiiiiiiiii
    beijos
    renata

  8. moniquerosabrasil

    só não gostei dela considerar as moças que acatam a decisão dos pais como “boas moças”. Ter opnião não é ser “uma moça má”.Ter opnião é errar ou acertar por conta própria.
    Mas eu entendo que ela foi ensinada assim, né? Como eu disse no post anterior não dá para criticar.

  9. Bom, uma coisa é certa… Ninguém tbm pode desconsiderar que filhos mais obedientes e ouvintes dos conselhos dos pais, se dão menos mal na vida. Ou nós somos incríveis profetas ou temos uma baita boca de praga. Raramente erramos ou se erramos, tbm estamos plenamente perdoados. Afinal, são nossas eternas crianças que estamos a zelar, mesmo que elas tenham crescidos e já tomem suas próprias decisões. Muitos consideram que somente casam com fulano de tal ou sicrana de cristal, não com a família do(a) qual. Está aí uma prova irrefutável de inexperiência. Quem serão nossos maiores aliados ou piores inimigos em um momento de crise(financeira ou conjugal)???? THE FAMILYYYY…
    Obviamente, que existe cada “família”… que misericórdia!! Igual aos crocodilos, comem as crias chorando( dizem os ambientalistas que é por reflexo: mexeu perto? mastigou) Mas, Graças a Deus são as exceções.
    E beijinhos p/ minhas cri”onças”… Mamãe aaaaaaaaaama vcs.

  10. Ressucitei!!!

    http://www.emformol.blogspot.com

    (bah, não me ajeitei com o wordpress!)

  11. Ufaaa…vou me abster de comentários mais profundos, pq esse assunto “familia do marido” tem sido a causa dos meus quilos a mais e meu mau humor ultimamente. Eles acham que respeitar a familia é dizer Amém a tudo que os pais dizem… uma verdadeira lavagem cerebral, que minha cabeça libertária e sem preconceitos NUNCA vai aceitar nem entender!!!

  12. …”Além do mais, se a família não aceita algum ponto naquele homem ou mulher, é porque geralmente eles tem razão. Eles são mais velhos do que nós e na maioria dos casos estão certos nas suas decisões…”só não concordo com este ponto de vista por parte dela, pois já vi aqui no Egito famílias discordarem de casamentos entre jovens por questões absolutamente fora de senso, tipo…porque a moça em questão era mais alta que o moço (detalhe…ele tem 1.55 de altura…), além do que, se meu marido não tivesse ido contra a família dele, que era contra o nosso casamento por eu ser estrangeira, e eu contra a opinião de meu pai, que não aceitava meu casamento por meu marido ser árabe muçulmano, nós não teríamos nos casado e não estaríamos felizes como somos até hoje, graças a Deus. Nem sempre as pessoas mais velhas estão certas, muitas vezes o preconceito fala mais alto que a sabedoria e experiência de vida…
    Por outro lado, concordo no ponto em que ela diz que é muito importante mantermos o contato harmonioso com a famíla após o casamento, eu senti na pele essas duas situações, mas…nem sempre as coisas na vida são 100% do jeito que gostaríamos…

  13. Oi Marina!
    Obrigada pelo comentário no meu blog… demorei pra responder, porque eu não queria responder de qualquer jeito, os últimos dias foram corridos!!!
    Toda esta bagunça sentimental e de comportamento serve para eu repensar o modo como *eu* me comporto nos relacionamentos. Nos próximos, pretendo não me jogar inteira a mão do cara, e não demonstrar meus sentimentos com tanta facilidade, pelo menos ate que eu perceba que ele é um cara decente! rs…
    O modo como os homens brasileiros se comportam é fruto da abertura que as mulheres lhes dão… infelizmente! Mas… errando e aprendendo!
    Se o ocidente pelo menos tivesse a disposição de observar os exemplos das outras culturas, sem pré-conceitos, sem idéias prontas… um dia a gente chega lá!
    Obrigada mais uma vez pelo comentário!
    beijos
    Mel

  14. Elaine Cristina

    Mariana

    Bom dia me ajude por favor, estou precisando de informações urgentes sobre algumas dúvidas minhas…Conheci um Argelino com o mesmo nome do seu marido Mustapha e ele quer se casar comigo, mas somente em seu país não quer vir para o Brasil para casar aqui diz que o casamento tem que ser nas tradiçõs mulçumanas, e somente depois oficializa, quer que vá para lá e more com ele, inclusive já até está pensando em marcar a data para 12/2010, depois do ramadã, pensa em abrir uma escola privada para que eu lecione a lingua portuguesa em sua cidade, mas eu insisto para que venha ao Brasil conhecer minha familia ele não quer, somente depois do casamento, diz que vai até a embaixada do Brazil colocar em prática seus planos quanto a escola, e feliz da vida me garantiu que até a data do casamento estará em celibato, como posso saber se está sendo sincero? ele é teimoso e insistente, trabalha como distribuidor de vendas e viaja para muitas cidades dentro do seu país, pela minha insistência ele afirmou que não pretende sair de sua cidade porque a ama demais ….por favor me ajude, eu o amo muito, estou confusa….

  15. Oi Marina!
    gosto muito de ler os seus post, tenho aprendido muitas coisas sobre o Egito… preciso q me ajude por favor, acho q você á a pessoa mais indicada pra me aconselhar…. é o seguinte, conheci um egipcio pela internet, a gente tem falado varias vezes, e o cara é muito legal, simpatico, bonito, artista como eu, se preocupa com a minha saúde… de uns tempos pra ca, ele falou que eu me tornei a melhor amiga dele, que somos parecidos em quase tudo, já fala que mim ama… e realmente eu sinto uma atraçao por ele como eu nunca senti por nenhum homem… tenho a sensação de que ele é boa pessoa, sabe… acho q tou gostando dele mesmo… só tem 2 problemas na nossa relaçao: 1- estamos longe um do outro. 2- ele é muçulmano e eu sou cristã. Conclusão da história: muito desentendimento na questão da religião… Você acha q é possivel uma relação entre muslim e evangélico dar certo? será q a religião não vai interferir em nada? Nossaa tou muito confusa!! não sei se deveria investir nessa relação ou deixar pra lá. Por um lado, eu quero muito ir no Egito pra conhecer ele, mas por outro, tenho medo que ele seja aquele homem q bate em mulher… eu já deixei bem claro pra ele que não permito nenhum homem me bater, pois eu quero ser respeitada e q ele cuide de mim… Mas olha, posso te dizer q o cara é muito romântico, ficamos horas e horas falando, sinto q as palavras dele são sentidas, ele até já chorou em frente da webcam falando q a mãe morreu quando ele tinha apenas 14 anos… Nossa eu fiquei comovida demais, quase q chorei tambem… vejo q ele dá muito valor à familia, sente muito a falta da mãe, até me chamou a atençao pra “nunca me chatiar com a minha mãe, pra dar valor”… você acha q esse homem que valoriza a mãe dele, (em principio) será um bom marido?? você acha normal um homem te falar que “te ama” e q você é a “garota dos sonhos dele” e que “quer estar com você pro resto da vida”, sem te conhecer pessoalmente?… ou será q é mesmo o jeito meigo e carinhoso dos egípcios? sabe Marina, eu tenho um sentimento positivo por ele homem, e cada dia mais tenho certeza que é ele que eu quero pra minha vida, porque ele é um cara sério, até já fala em casamento, em irmos juntos estudar e trabalhar nos EUA… sinto que encontrei a minha cara metade, porque a gente se fala tão bem, rimos juntos, nos motivamos na area profissional q é a Arte… ele falou até que queria conhecer o meu país (Portugal)… Ele me dá uma paz tremenda, quando falamos no msn eu sinto como se ele estivesse aqui junto comigo, como se a distancia entre portugal e egipto não fosse nada, como se ele me tirasse um pouco da minha solidão… a gente troca mensagem, ele fala coisas lindas pra mim… acho q se ele não fosse verdadeiro no que diz, ele nem estaria perdendo tempo comigo ne… poderia simplesmente conhecer uma garota egipcia e ficar com ela… mas ele mesmo falou q o que ele procurava é “alguém como ele”, alguém pra partilhar gostos comuns, sabe… e isso ele não encontra no país dele…
    E que finalmente ele encontrou em mim tudo q procurava na vida… Marina, vou te contar, os olhos dele chega até a brilhar quando fala comigo, o cara até suspira de paixão, parece q não quer outra coisa… cheguei um ponto em que ver ele feliz é o que me deixa feliz também… aquele sorriso dele parece tão sincero…
    Sabe, é que eu não quero homem daqui, já queimou o stock…homem português não presta, só quer comer e dormir a sesta… você pode até passar de mini saia na rua q o cara continua fechando os olhos…. ahhh tá por fora… os homens estrangeiros sempre me fascinaram mais… egipcio entao nem se fala… rsrsrs ^.^ será q devo acreditar? acha q vale a pena lutar por ele, apesar das circunstancias??…. Fico a espera do seu conselho, querida :)
    (desculpa o testamento, viu? )
    Brigada, bjos

    • Marina!
      deixa que te conte uma coisa o que tu vives é lindo, comigo acontece a mesma coisa acredita, mas eu ja tive a coragem do visitar estive uma semana com ele e digo-te cada detalhe cada momento vivido esta no meu coraçao, infelizmente o que nos separa é a distancia e o trabalho dele. mas nao tenhas medo quando, vai em frente e vai conhecer aquele maravilhoso país

  16. Wooow!!!!
    voce está realmente muito bonita de véu nesta foto
    ah!!! veja que coincidencia, eu tenho uma amiga no egypt, que eu amo mto
    e que se chama Eman tambem, ela é de zagazig,
    acabou de se formar e vai ficar noiva depois da acolação de grau
    eu quero mto lhe mandar um presente, agora pela formatura, mas no futuro pelo seu casamento
    vc poderia me dar sugestões, sobre o que as egyptians gostam?
    obrigado, paz e bençãos de Allah estejam sobre a sua vida, amem

  17. Eu tive mta sorte mesmo…conheci meu marido na net, namoramos 2 anos ate decidirmos que ele viria,casar e se estabelecer aqui no Brasil….tb a cultura dele é assim, em Marrocos o homem qdo faz 26 anos esta preparado para casar. Lá tb os preparativos do cerimonial é mto caro e a festa dura mais de 15 dias. O noivo tb so esta preparado para casar se tem um bom trabalho e casa para morar, pq não é obrigado a viverem depois de casados com os pais. Eu e ele fomos uma exceção e fomos abençoados pelos pais dele…maktub. Ele é muçulmano e eu na verdade ja havia me convertido antes dele vir, o que foi uma surpresa para ele. Nada em nossa cultura ou a dele, atrapalha nossa convivencia, pq o respeito vem acima de tudo.

  18. Eu penso diferente! porque tive uma decepção muito grande com um muçulmano de Marrocos, nos conhecemos pela Net, tivemos um relacionamento durante um certo tempo, ele aparentava ser uma pessoa muito boa, honesto. Um certo dia ele me falou que a família estava arranjando um casamento para ele, mas que estava fazendo todos os esforços por mim que era a pessoa que ele amava. Estava disposto há vir embora para o Brasil. Derrepente me fala que a família está fazendo pressão para ele casar-se, em um período de 2 meses ele casou-se, até hoje fala que me ama, não gosta da esposa, já pedi para me excluir do seu msn e nada.Tenho dúvidas do comportamento dele, acho que a família eracontra o nosso relacionamento, mas ele não me diz. Será que vcs poderiam dar-me as suas opiniões? sofro muito com isso, porque era o amor da minha vida.

  19. Gente, gostaria de saber mais sobre como funcionam as leis no Egito. Minha dúvida é, se uma brasileira casar com um rapaz egípcio e o casal se estabelecer no Egito. No caso da brasileira descobrir que não era bem aquilo que ela queria, ela pode simplesmente voltar para o Brasil, ou o marido tem o poder de manter ela junto dele caso ele não concordar com a separação. Outra coisa, os bens que a noiva tiver antes do casamento são divididos entre os casal ou ficam todos com o marido?

  20. me desculpe disser serto que a familia deve ajudar os noivos .eu tambeim axo que o noivo está comprando a esposa porque ele da in dote para a familia da noiva mais o resto gosteim muinto mesmo.

  21. holha gente entãu todos os egípsio sãu romantico e muinto amaveis eu comverso com um la da cidade de cairo ele é tudo de bom adoro ele.Asveses comversamos por 5 horas pela webcam mais cuando desligamos as cameras da um aperto no peito de saudade ele me dis coisas tau lindas que me sinto tãu beim.Mais o problema éque eu vivo no Paraguay y ele la tau longe no preecipio nós conversavamos pelo google traductor mais ele é un anjo para mim sinto muinta saudade dele.As veses ele vaim nós eventos negocios até ficamos seim se ver so por e_mail. Nãu vejo a hora de falar com ele ele dis te amo muinto. Queria que vocé viese aqui vocé é meu anjo,minha garota ele me disse voce brilha igual o diamante cuando o sol bate nele eu adoro ele

  22. mas qundo a futura esposa e mais velha e aceita e viuva como e esse casamento com brasileiraa 3tres anos estamos namorando estou pra ir alguem pode me responder;ele nao que me largar e muito apaixonado
    mas com o decorrer do tempo fiquei amando muito ele ele e do cairo

  23. Olá…adorei este blog…mas continuo com muitas dúvidas, tenho um namorado virtual egípcio que eu adoro! mas depois deste blog fiquei um tanto receiosa porque eu não sabia que teria tanta dificuldade, sem contar que não sei se devo confiar em tudo que ele me diz.Como devo proceder? beijos.

    • Marina Faleiros

      Oi Edna, o primeiro passo conhecer a familia dele, entender se realmente o relacionamento de vcs algo publico e ele vai fazer um casamento seguindo a tradio.

      Em 20 de maio de 2013 09:01, Egito e Bras

  24. oi sou separada e tenho filhos mas estou namorando um egípcio e diz me amar muito e quer se casar comigo diz aceitar meus filhos mas tenho medo de depois ele me deixar sozinha no egito com filhos tem alguma lei que possa me proteger la

    • Marina Faleiros

      no tem lei nenhuma para te proteger. Um egpcio raramente se casa com divorciada e mulher com filhos, ainda mais estrangeira. bom vc verificar se a familia dele te conhece mesmo, se te aceitariam e como seria esse casamento, at para no se iludir.

      Em 21 de maio de 2013 11:33, Egito e Bras

  25. maria januario da silva

    no brasil deveria de ser dessa forma porque o casamento no brasil e uma maior falta de respeito um com o outro ninguem se respeita,não aceita a opinião dos pais se casam de qualquer jeito de pois se separam.quem mais sofrem são os filhos.que sempre tem um fim tragico.por causa da desobediencia,parabens pros jovens do egito?

  26. ola marina me chamo anne e vivo no brasil mais recentemente conheci uma pessoa maravilhosa chamada ziad que mora no Egito tenho com ele uma relação muito forte não sei como explicar, eu já fui casada e tenho um filho pequeno ele sabe tudo sobre mim como eu tbm sei da vida dele ,ele tem o desejo que ir para o brasil para casar comigo e apesar de pouco tempo eu tenho a mesma vontade mais eu tenho duvidas não por ele ser egípcio mais eu não sei ate onde ele quer leva essa relação ou se e verdadeiras sua intenções eu ja sofri muito por mentiras e fico meia confusa ele me pergunto sobre minha família e oq eu eles acham sobre isso ,como eu ja sou adulta e aqui no brasil o casamento e bem diferente responde que eles não se opõem mesmo pq eu trabalho muito dia e noite para manter minha casa e meu filho moro em casa alugada e não tenho muito conforto mais eu quero muito fazer algo diferente em minha vida tbm quero muito ziad pero a mim, marina se vc poder me ajudar sobre isso ficaria felizmente grata.bjs…

  27. Olá também tenho um egipício quer vir conhecer minha família e me ver .ele disse que o pai dele quer que ele case com a prima dele mas ele não gosta dela disse q vai casar comigo e vamos morar na Itália ou qualquer outro lugar ,a mãe dele é italiana tbm se casou com egipício e deixou o marido por isso o pai dele não quer que me caso com ele acha que vou fazer o mesmo.

  1. Pingback: Fique por dentro Casamento » Blog Archive » A família no casamento egípcio « Egito e Brasil: um amor possível

  2. Pingback: Quando a família dele é contra « Egito e Brasil: um amor possível

Deixe um comentário e vamos interagir!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 429 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: